CERSUL apresenta gestão eficiente

CERSUL apresenta gestão eficiente

A CERSUL (Cooperativa de Distribuição de Energia) apresenta uma das menores tarifas do Brasil e cada dia mais se estrutura com energia de qualidade e em quantidade. Além disso, apresenta resultados positivos da movimentação financeira. O presidente da cooperativa, Jonnei Zanette (Nei), representando o Conselho de Administração, esteve na Câmara de Vereadores de Meleiro e apresentou um balanço dos dois anos de gestão, o que inclui a realização da linha de transmissão 69 kV, que configura o maior investimento efetuado até hoje.

Segundo o presidente da cooperativa, Jonnei Zanette (Nei), com dois anos de gestão, são R$ 28 milhões de investimentos realizados, sendo que há R$ 11 milhões em caixa. Nos quatro anos da administração anterior, foram R$ 23 milhões de investimentos realizados e R$ 14 milhões deixados em caixa. “Com metade de gestão conseguimos um eficiência que por pouca diferença de números não supera os resultados em metade da gestão. Isto é fruto de um trabalho de toda a equipe, que envolve nossos colaboradores, Conselho de Administração e associados”, credita Nei.

Nei exemplifica que dentre estes números, em 2019 foram investidos cerca de R$ 3 milhões em redes de baixa tensão, chamada de 13.8, que são redes de baixa melhorias, transformadores e redes para agricultores, por exemplo. Já em 2020 o investimento, apenas neste setor, foi de R$ 4 milhões.

Além disso, o maior investimento realizado até hoje está sendo na linha de transmissão 69 kV, ao qual terá um custo de aproximadamente R$ 25 milhões. Já estão pagos R$ 21 milhões dos materiais recebidos.

No dia 19 de abril haverá assembleia, que devido aos decretos relacionados ao coronavírus, terá que ser de forma online. Neste momento, os resultados do ano serão apresentados. “No ano anterior tivemos números positivos e neste ano superamos. “Adiantei alguns dos números e é gratificante para a cooperativa apresentar um dos melhores resultados dos últimos 12 anos. Ano passado tivemos a menor tarifa do Brasil e por alguns centavos estamos em segundo neste ano. Somos uma das cooperativas com as menores tarifas do Brasil, teremos como ofertar energia em grande demanda e qualidade para empresas de grande porte e ainda gerar uma organização financeira maior ainda. Toda esta ação é sem onerar nosso associado que pode se orgulhar de ser parte deste resultado positivo”.

 

Linha 69

A CERSUL tem estimativa entre setembro a outubro para inauguração da linha de transmissão 69 kV. Devido a pandemia da covid-19, houve atrasos por falta de materiais. Das 128 torres que serão utilizadas, cerca de 50% já chegaram e o restante deve ser entregue até o próximo mês.

O presidente da cooperativa, Jonnei Zanette, explica que este é o maior investimento já feito pela CERSUL, sendo de muita importância. “Atualmente a rede que traz energia é da CELESC, como muitos usam, e para isso é pago mensalmente um valor para o uso. A primeira vantagem será economia, pois será deixado de pagar R$ 400 mil ao mês, o que gera R$ 5 milhões em um ano. Outro fator que traz um diferencial além da economia é a qualidade da energia oferecida. É possível, por exemplo, a vinda de uma grande indústria para os municípios atendidos pela CERSUL. Ofereceremos uma das menores tarifas do Brasil e de ainda maior qualidade. Estamos cada dia mais preparados para o futuro para amparar nosso associado”.

Nei ainda lembra que se a rede fosse iniciada hoje, os custos seriam muito maiores. Será feito um investimento de cerca de R$ 25 milhões, mas atualmente não sairia por menos de R$ 35 milhões.