Calor e escassez hídrica impactam na conta de energia

Calor e escassez hídrica impactam na conta de energia

A intensa onda de calor que ocorreu em janeiro somado com a crise hídrica resultou em contas de energia elétrica mais altas.

A Federação das Cooperativas de Energia de Santa Catarina (Fecoerusc), esclarece aos consumidores e cooperados das suas 21 cooperativas filiadas, que inclui a CERSUL, que não houve reajuste tarifário, mas o aumento do uso de equipamentos eletrônicos junto da cobrança da atual bandeira tarifária praticada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A bandeira tarifária de escassez hídrica implica na cobrança de até R$ 14,20 a cada 100 quilowatt-hora consumidos. Com impostos e encargos, esse valor pode chegar a até R$ 18,93 para consumidores residenciais.

Há décadas, eficácia e transparência na gestão são pilares que baseiam a condução do trabalho das cooperativas de energia catarinenses. Por essa razão, cabe o esclarecimento realizado.